segunda-feira, 8 de novembro de 2010

O PRESENTE DO PINHEIRINHO - conto clássico de Natal

 Era uma vez, uma noite muito especial. A noite em que o o menino Jesus nasceu naquela manjedoura.


Seguindo a Estrela Guia, muitos quiseram presenteá-lo, dando-lhe o que cada um tinha de melhor. 
   
  
  Pois muito perto dessa manjedoura, haviam três árvores que também queriam presentear a criança, sendo elas uma palmeira, uma oliveira e um pinheiro.
  
  A palmeira disse:


  - Já sei o que darei ao menino Jesus! Lhe presentearei com a minha maior palma que servirá de abano para refrescar-lhe o calor...


  A oliveira interrompeu para dizer:


  - Pois também já sei o que darei ao menino! Espremerei minhas olivas e lhe farei um óleo puríssimo e delicado para massagear seus pés... Será um ótimo presente.



  - E eu, o que poderei dar ao menino?
  - Ora essa! Você? Você não tem nada a dar ao menino. - disseram as duas primeiras árvores -Seus espinhos só iriam ferir a delicada pele da criança...


  O pinheirinho ficou muito triste, pois sabia que as outras diziam a verdade, mas  ele queria muito dar um presente ao menino e se pôs a chorar.


   Os anjos viram a tristeza do pinheirinho e o seu desejo sincero e então ordenaram às estrelas que cobrissem o pinheirinho e elas obedeceram.


 O menino ficou muito feliz ao ver arvorezinha toda iluminada pelas estrelas. Até mesmo a estrela guia lhe emprestou sua luz, pousando no topo do pinheirinho e transformando-o no mais alegre presente.
.
  Assim, até hoje, enfeitamos o pinheirinho com luzes e brilho para a noite de Natal.


MARIA HELENA CRUZ

2 comentários:

  1. muito grade nossa affz

    ResponderExcluir
  2. Mas é legal , não importa ser grande importa o conteudo a historia

    ResponderExcluir

GOSTOU? ENTÃO ME CONTA...